Menu principal
 

O projeto “Mulheres Mil – Artesanato Indígena” desenvolvido no IFC – Câmpus Araquari foi pioneiro no Brasil no atendimento a uma população tradicional indígena. Atendeu 46 mulheres indígenas da etnia Guarani Mbyá, pertencentes a seis (6) aldeias 3 Municípios: Município de Araquari – Pindoty, Jaboticabeira, Yvapuru, Tarumã; Município de Barra doSul – Conquista; Município de São Francisco do Sul – Morro Alto, sendo as alunas recebidas juntamente com as suas 30 crianças de 0 a 5 anos.

O Itinerário Formativo integrado pelos conteúdos de Relações Humanas, Saúde e Meio Ambiente, Cidadania e Direitos da mulher, Autoestima, Empreendedorismo, Cooperativismo e Economia Solidária, Informática Instrumental, Linguagem e vivência matemática, Linguagem, códigos e suas tecnologias, Conhecimento histórico – social e local e Profissionalizante em Artesanato Indígena, foi adequado às especificidades do publico alvo, as mulheres indígenas Guarani.

Nele foram focados em mais profundidade, as tecnologias sociais que contribuam para a autonomia alimentar e saúde, a ampliação do domínio das técnicas do universo do artesanato, o resgate etnobotânico de espécies de uso artesanal, os processos de organização social e as alternativas para a comercialização do artesanato.

A terceira etapa do Projeto, segundo a metodologia pedagógica do Mulheres Mil prevê o acompanhamento das alunas no mundo do trabalho. Depois de trabalhar 6 meses, com as alunas a valorização da cultura Guarani e Artesanato e a ampliação do universo do artesanato, foi decidido de comum acordo que as cestas de Natal seriam fruto da divulgação e venda do trabalho com o Artesanato Guarani. Dessa forma, o IFC- Campus Araquari deu apoio logístico à organização das vendas em uma loja, concedida gratuitamente no Shopping Cidade das Flores de 09 a 22 de dezembro. Foi a primeira LOJA TEMÁTICA “HOLISTICA” DE JOINVILLE abordando os Temas: Educação, Meio Ambiente, Comércio Solidário, Cultura e Artesanato Guarani.

Além do objetivo de lançar o conceito de Comércio Solidário na região de Joinville, a loja também divulgou os trabalhos de extensão (Mulheres Mill – Artesanato Indígena, Hortos e Hortos) e pesquisa (Resgate Etnobotânico de Espécies de Uso Artesanal Guarani), realizados pelo IFC- Campus Araquari em 2013. O conhecimento e esclarecimentos sobre Cultura Guarani foram repassados pela explanação das suas características cosmológicas e do respeito e preservação ambiental. A loja foi montada com as alunas Guarani os bolsistas e alunos que conduziram as atividades das 10 da manhã às 22.00 h. O resultado foi um total de R$ 12.000,00 em vendas e o crescimento da autoestima e orgulho das alunas em divulgar a sua cultura e seus trabalhos.